A norma harmonizada EN 50121-3-2

A norma EN 50121-3-2 diz respeito aos aspectos de compatibilidade eletromagnética de equipamentos instalados a bordo de veículos ferroviários e elétricos.

Especifica os requisitos que estes produtos devem satisfazer em termos de emissões e imunidade, tendo em conta o ambiente ferroviário e as interferências geradas por outros equipamentos a bordo.

A norma EN 50121-3-2 é preparada e emitida pelo CENELEC (Comité Europeu de Normalização Eletrotécnica), que é o comité europeu de normalização eletrotécnica.

Campo de aplicação: a norma aplica-se aos aspetos de emissões e imunidade da compatibilidade eletromagnética para equipamentos elétricos e eletrónicos destinados a utilização em material circulante e com faixas de frequência até 400 GHz.

Exemplos de equipamentos para instalação em veículos ferroviários e elétricos são:

  • dispositivos para gravação e armazenamento de dados (dataloggers);
  • intercomunicadores de emergência;
  • display de sinalização;
  • caixas de som.

COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA NO SETOR FERROVIÁRIO

A infraestrutura ferroviária apresenta um ambiente eletromagnético complexo composto por diversos sistemas de sinalização, tração, telecomunicações e radiocomunicações.

A compatibilidade eletromagnética (EMC) entre sistemas elétricos e eletrônicos é um requisito essencial para a operação segura e confiável dos equipamentos. É evidente que as interferências causadas pelos sistemas de tracção podem perturbar os equipamentos de sinalização, com consequências potencialmente perigosas.

O principal problema da compatibilidade eletromagnética no ambiente ferroviário é a função diferenciada dos trilhos. Originalmente, os trilhos eram apenas um sistema de orientação mecânico, mas o advento da eletricidade e o crescimento tecnológico tornaram a infraestrutura ferroviária um sistema complexo no qual interagem diferentes equipamentos. A presença de equipamentos tecnologicamente avançados e “históricos” torna o problema da interferência uma questão extremamente importante.

trem

AS NORMAS EN 50121

As normas harmonizadas específicas para o sector ferroviário são as normas EN 50121 que regulam os aspectos da compatibilidade electromagnética tanto no ambiente ferroviário como entre o ambiente ferroviário e o exterior.

Estas normas são diretamente referidas na norma harmonizada para i Testes EN 50155, no que diz respeito às tensões ambientais típicas do ambiente ferroviário. Isso junto com a norma para i Testes EN 45545, no que diz respeito ao comportamento ao fogo, são as principais normas específicas do ambiente ferroviário que devem obedecer os equipamentos eletrónicos instalados nos comboios, metropolitanos e elétricos.

A família de normas EN 50121 está dividida em 6 partes que abrangem diferentes áreas:

  • EN 50121-1 Informações gerais
  • EN 50121-2 Emissão de todo o sistema ferroviário para o ambiente externo
  • EN 50121-3-1 Material circulante — Comboio e veículo completo
  • EN 50121-3-2 Material circulante — Equipamento
  • EN 50121-4 Emissão e imunidade de equipamentos de sinalização e telecomunicações
  • EN 50121-5 Emissões e imunidade de equipamentos e sistemas de alimentação fixa

A norma EN 50121-3-2 aplica-se aos equipamentos elétricos e eletrónicos instalados a bordo, que tem em consideração tanto o ambiente interno da infraestrutura ferroviária como o ambiente externo.

A norma também considera qualquer interferência gerada por transmissores de rádio portáteis utilizados a bordo, como walkie-talkies.

O objetivo da norma é definir os limites e métodos de ensaio para satisfazer os requisitos de emissões e imunidade em relação a perturbações conduzidas e irradiadas.

Os requisitos de emissões visam garantir que as perturbações geradas pelo equipamento durante o seu funcionamento normal não excedam um nível que impeça o funcionamento adequado de outros equipamentos.

Da mesma forma, os requisitos de imunidade visam garantir que os dispositivos instalados a bordo não sejam demasiado suscetíveis a perturbações geradas por outros equipamentos.

Os testes de equipamentos ferroviários podem ser complexos para certas peças, por isso é melhor contar com um laboratório especializado, como Sicom Testing que, graças aos seus muitos anos de experiência em Testes EN 50155 E Testes EN 45545 , pode fornecer todo o suporte necessário para avaliar e verificar os aspectos de compatibilidade eletromagnética destes produtos.

Para solicitar mais informações sobre este tema, escreva para info@sicomtesting.com
ou ligue para +39 0481 778931.

2 comentários em “La norma armonizzata EN 50121-3-2”

  1. Olá, sou funcionário da USTIF, tenho que aprovar NÃO a instalação de validadores magnéticos em alguns bondes.
    Como você recomenda que eu proceda?
    Obrigado

    Responder
    • Bom dia.
      Neste caso é necessário consultar as indicações de um organismo notificado para a directiva de interoperabilidade ferroviária. De preferência o mesmo que já certificou o bonde.
      Saudações do Sicom Testing

      Responder

Perguntas e comentários

Se você tiver alguma dúvida ou comentário
Sicom Testing terá prazer em responder você.